Bairro 6 de Maio: “Há uma prática continuada de criminalização do bairro para justificar o despejo”

Francisco d’Oliveira Raposo, Associação pelo Direito à Habitação e à Cidade, denuncia uma prática continuada de “criminalização do Bairro 6 de Maio” para justificar, perante a opinião pública, a demolição e despejo dos habitantes.

Numa reação ao cerco policial ao bairro na freguesia da Damaia, na Amadora – que segundo informação avançada pela “RTP” mobiliza 150 agentes e já motivou sete detenções – o porta-voz desta associação que tem acompanhado a transformação do bairro nos últimos anos sublinha que, atualmente, vivem no local seis a sete famílias, 50 pessoas no máximo. “Independentemente do que esteja em causa, uma operação dessa envergadura parece desproporcional”.

Francisco d’Oliveira Raposo lamenta a postura das autoridades e da autarquia perante o bairro, alertando que os últimos habitantes são pessoas com fracos recursos económicos, muitas delas crianças. “Espero que não seja o princípio de mais uma ação de despejo”.

Fonte: jornal i

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s